Cuidado com o overtraining (treino em excesso)!!!

Você está se sentindo cansado, doente frequentemente, com mudanças no humor, dificuldade de treinar, perdendo massa magra? Cuidado, pode ser o overtraning!

O assunto de hoje é o overtraining, um assunto bastane discutido. Falarei abaixo, um pouco sobre o que é o overtraining, os sintomas de overtraining e por fim, o tratamento!

- O que é overtraining ? -

Como já sabemos, atualmente uma grande parte da sociedade é sedentária, e não segue as indicações que vemos em todos canais de comunicações, de fazer exercícios físicos constantemente, de preferência, treinos de 30 minutos, 5 vezes por semana. Mas do outro lado da figura, temos as pessoas que seguem o indicado (como espero que vocês leitores fazem!), e alguns desses, acabam sofrendo de algo que é exatamente o contrário do sedentarismo, isso é, treina em excesso, não deixa o corpo descansar o suficiente para o próximo treino etc.

É importante lembrar que o overtraining, não é simplesmente um modo de dizer que uma pessoa está treinando demais e deveria diminuir, o overtraining é real, e existem os sintomas de overtraining e deve ser evitado e tratado o máximo possível!

- Overtraining Sintomas – 

Existem vários sintomas que o overtraining pode causar nas pessoas, no entanto, são sintomas que podem ser causados por outros fatores também, portanto, é importante, caso desconfie de algo, prestar atenção, e ver se encontra mais de um sintoma agindo junto, e é somente assim que se descobre o overtraining, já que não existe nenhum tipo de análise ou exame profissional para determinar. Aqui estão alguns dos overtraining sintomas:

• Baixa imunidade: Como falei acima, vários sintomas daqui, só por tê-los, não quer que seja um sintoma de overtraining, principalmente a baixa imunidade, ficando doente, a maioria das vezes não está relacionado a isso, e pode ser milhares de outras coisas. No entanto, ficando com a imunidade baixa, ficando doente direto, pode sim estar relacionado ao overtraining, e se o aparecimento desse sintoma ocorrer no mesmo período de uma mudança na sua carga e intensidade de treino, é bom ficar de olho!

• Cansaço após o treino: Esse é um dos melhores sintomas para analisar em relação ao overtraining. O exercício físico nos proporciona, naturalmente, uma ótima sensação no dia, aumentando auto-estima e energia. E caso você esteja se sentido realmente cansado após o treino, parecendo que vai morrer, é bem provavel que seja devido ao seu treino em excesso!

• Dores no corpo: Sem dúvidas, após fazermos treinos, algumas dores que acontecem no corpo, são “dores boas” , que estão simplesmente desenvolvendo nossos músculos, etc. No entanto, há certas dores, como nas juntas, que você pode vir a sentir, e essas dores podem ser tanto porque você está praticando o exercício de forma errada, quanto o fato de que você pode estar fazendo muito treino, passando o limite do seu corpo.

• Dificuldade nos exercícios físicos: Mas uma vez, um sintoma importante na identificação de overtraining. Caso você esteja com dificuldade de completar seu treino, é bem provável que seja por causa do treino em excesso – overtraining. E não estou falando sobre os treinos onde você tenta puxar mais peso, ou correr mais, e não consegue completar essa tarefa, mas sim dos treinos que você sempre faz, já está acustumado e não tem dificuldades e fazê-lo. Fique de olho nesse fator!

• Mau-humor e irritabilidade: Foi comprovado cientificamente que fazer uma análise psicológica em um atleta/praticante de exercícios, do que analisar seu físico para poder descobrir se está ou não overtraining. A mudança de humor é um grande sinal de overtraining e é importante ficar de olho nesse fator também, já que caso você reconhecer o overtraining cedo, conseguirá se recompor tirando apenas alguns dias de folga de exercícios!

• Perda de massa maga: Está malhando feito louco, aumentando a intensidade de seus treinos, e mesmo assim não está ganhando músculo, nem emagrecendo, e pior, perdendo massa magra ou engordado? Bom, esse pode ser devido ao overtraining, é um sintoma bem comum de treino em excesso, a não ser que você esteja com uma alimentação péssima e comendo demasiadamente. O que acontece é que você acabou mexendo com os níveis de cortisol e testosterona, que acabam causando a perda de músculos (massa magra).

• Insônia e depressão;

- Evite e trate o overtraining -

Agora que já sabemos as causas do overtraining, podemos falar um pouco sobre as soluções para o problema, como evitá-lo e tratá-lo.

Para evitar o overtraining, algumas coisas são importantes, como:

• Alimentação correta: Vários dos fatores que discutimos a cima, podem ser cuasados por falta de uma alimentação saúdavel e adequada, deixando o corpo com falta de nutrientes, causando falta de disposição etc.

Portanto, é importante que você monte uma dieta com uma quantia correta de calorias, não deixando seu cardápio com números absurdamente baixos de calorias diárias, pois isso não será bom para seu emagrecimento, só lhe prejudicará!

• De um tempo ao seu corpo; Deixar seu corpo descansar é essencial. Tenha uma BOA noite de sono, durma bem. Para aqueles que treinam todos os dias da semana, lembre-se que tirar um dia de folga da dieta, tanto da alimentação, tanto dos exercícios é importante!

• Se organize e faça seus treinos com prazer: Dois pontos interessantes aqui. Organize seu tempo, tire minutos ou horas para fazer tudo que falamos aqui, enfim, é importante para não se perder e acabar se prejudicando. O outro ponto, tenha prazer enquanto faz seus exercícios. É super importante isso, para você não desanimar e deixar seus treinos como apenas mais uma obrigação atrapalhando sua rotina diária!

- Conclusão – 

Como sempre, caso você se enquadra nos aspectos discutidos acima sobre overtraining, faça um favor ao seu corpo e siga as dicas do artigo. E para os que não estão overtraining, façam o favor de tomarem os devidos cuidados, fazendo os exercícios de uma maneira que seu corpo aguente, com uma alimentação adequada, enfim, cuide de sua saúde, para que ela possa cuidar de você!

 

Se você gostou desse artigo, por favor considere deixar um comentário ou inscrever-se ao nosso Feed para receber nossos artigos novos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>